Teste grátis por 15 dias!

Manifestação. Emissão de CTC com conversão de tempo especial. Ausência de motivos para diferenciar os trabalhadores da iniciativa privada dos servidores públicos. Pedido de procedência da ação

Publicado em: 06/11/2017 14:11 - Atualizado em: 19/03/2019 17:03

Manifestação postulando a emissão de CTC com conversão de tempo especial em comum

Faça como mais de 9.000 advogados e assine o Prev. Tenha acesso a mais de 2.000 petições no acervo.

veja os planos

MERITÍSSIMO JUÍZO DA ${informacao_generica} VARA FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE ${processo_cidade}

${cliente_nomecompleto}, já devidamente qualificado nos autos do presente processo, vem respeitosamente perante Vossa Excelência, por meio de seus procuradores, dizer e requerer o que segue:

Conforme aduzido na petição inicial, o Segurado efetuou requerimento administrativo de Certidão de Tempo de Contribuição junto ao INS, com averbação do reconhecimento de tempo de serviço especial, em relação ao interregno de ${data_generica} a ${data_generica}.

Nesse sentido, destaque-se que o Demandante trabalhou como dentista no período supracitado, de forma que apresentou diversos documentos comprobatórios de seu ofício, dentre eles, fichas de pacientes. Com efeito, registre-se que o INSS já reconheceu a especialidade desse lapso, sob a justificativa de que essa “atividade é passível de enquadramento por categoria profissional, em razão da atividade mencionada dentista estar no rol do Anexo II, do Decreto 83.080/79, e do  Anexo III, do Decreto 53.831/64”.

Quanto ao tema, vislumbra-se que a Constituição Federal no art. 201, § 1º, estabelece contagem diferenciada do período de atividade especial para aqueles trabalhadores que sucessivamente se submeteram a atividades sujeitas ao regime de aposentadoria especial e comum.

Em que pese ainda não exista lei complementar regulamentando o § 4º do art. 40 da Constitução Federal, o STF editou a Súmula Vinculante nº 33 permitindo a concessão de aposentadoria especial aos servidores públicos:

 

Súmula Vinculante 33: “Aplicam-se ao servidor público, no que couber, as regras do regime geral da previdência social sobre aposentadoria especial de que trata o artigo 40, § 4º, inciso III da Constituição Federal, até a edição de lei complementar específica”

Ademais, há muito tempo a jurisprudência vem se posicionando no sentido de que o servidor público que anteriormente trabalhou em condições insalubres enquanto vinculado ao Regime Geral de Previdência Social faz jus a conversão do tempo de serviço especial em comum.

Nesse sentido, já se manifestou o Supremo Tribunal Federal, do qual se transcreve a ementa da decisão proferida no agravo regimental no recurso extraordinário nº 463299/PB, Relator Min. Sepúlveda Pertence, 1ª Turma, DJ em 17/08/2007:

 

Servidor público: direito adquirido à contagem especial de tempo de serviço prestado em condições insalubres, vinculado ao regime geral da previdência, antes de sua transformação em estatutário, para fins de aposentadoria: o cômputo do tempo de serviço e os seus efeitos jurídicos regem-se pela lei vigente quando da sua prestação: incidência, mutatis mutandis, da Súmula 359. 2. O servidor público tem direito à emissão pelo INSS de certidão de tempo de serviço prestado como celetista sob condições de insalubridade, periculosidade e penosidade, com os acréscimos previstos na legislação previdenciária. 3. A autarquia não tem legitimidade para opor resistência à emissão da certidão com fundamento na alegada impossibilidade de sua utilização para a aposentadoria estatutária; requerida esta, apenas a entidade à qual incumba deferi-la é que poderia se opor à sua concessão. 4. Agravo regimental: desprovimento: ausência de prequestionamento do art. 40, III, b, da Constituição Federal (Súmulas 282 e 356), que, ademais, é impertinente ao caso.

Na mesma toada, a jurisprudência do STJ:

 <

A petição completa está disponível apenas para assinantes.

1025 palavrasPetição completa (5.122 palavras)

Você já leu 1025 palavras desta petição. Continue lendo, faça download desta petição formatada no Word e salve-a em seu computador, em formato .doc.

ASSINE O PREV E CONTINUE LENDO

Além de ter acesso a petições escritas por nossa equipe dedicada, que ganharam casos reais, você também poderá:

Cálculo previdenciário

Fazer um cálculo previdenciário em até 5 minutos!

Basta enviar o CNIS do segurado e nós organizamos todos os vínculos rapidamente. Você os revisa e envia para cálculo.

Resultados cálculo previdenciário

Ter o diagnóstico completo dos benefícios disponíveis

Agora escolher o melhor benefício se tornou incrivelmente mais fácil. Você tem o retrato completo do seu segurado.

Petições

Receber as melhores petições para cada caso

Petições como a que você acabou de ler acima, já vêm preenchidas com os dados do segurado e pronta em PDF para protocolar ou imprimir.

Teste grátis!Ver planos

Você também pode se interessar por: