Petição inicial. Pensão por morte. Óbito do pai e mãe. Concessão de 2 (duas) pensões. Filho(a) interditado(a). Invalidez posterior aos 21 anos de idade. Prazo de prescrição e decadência não corre contra absolutamente incapaz.

Publicado em: 30/08/2022 13:35:41Atualizado em: 30/08/2022 13:35:42

Modelo de petição inicial para concessão de pensão por morte dos dois genitores, segurado com comprovada invalidez anterior ao óbito da mãe. O segurado é absolutamente incapaz, não havendo ocorrência de prescrição e decadência. Postula a necessidade de perícia médica.

O Prev já ajudou mais de 90 mil advogados.Tenha acesso a mais de 3 mil petições no acervo.

Veja os planos

MERITÍSSIMO JUÍZO DA ${informacao_generica}ª VARA FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE ${processo_cidade}

 

 

${cliente_nomecompleto}, neste ato assistido por sua curadora, Sra. ${informacao_generica} (termo de curatela anexo), já cadastrados eletronicamente, vêm, com o devido respeito, perante Vossa Excelência, por meio de seus procuradores, propor

AÇÃO PREVIDENCIÁRIA DE CONCESSÃO DE PENSÃO POR MORTE

em face de INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL (INSS), pelos seguintes fundamentos fáticos e jurídicos que passa a expor:

 

DOS FATOS E FUNDAMENTOS JURÍDICOS

O Autor requereu, em ${data_generica} (DER 1) e em ${data_generica} (DER 2), a concessão do benefício de pensão por morte em razão do falecimento de seu pai, Sr. ${informacao_generica} e de sua mãe, Sra. ${informacao_generica}, respectivamente, conforme certidões de óbito anexas (processo administrativo 1, fl. ${informacao_generica} e processo administrativo 2, fl. ${informacao_generica}).

Em ambos os requerimentos realizados, os benefícios foram indeferidos pela alegada “não comprovação da invalidez em data anterior aos 21 anos de idade” (processos administrativos 1 e 2, fls. ${informacao_generica}, respectivamente).

Ocorre que, conforme entendimento dos Tribunais Superiores, é desnecessário que a invalidez se dê anteriormente aos 21 anos de idade, desde que esta condição seja preexistente ao óbito do instituidor da pensão, hipótese esta que se encaixa perfeitamente no caso em tela.

Portanto, vem o Autor pleitear judicialmente a concessão do benefício de pensão por morte de seu pai e de sua mãe, em face dos indevidos indeferimentos administrativos.

Dados do processo administrativo:

1. Número dos benefícios (NB):

${informacao_generica}  

2. Data do óbito do pai:

${data_generica}  

3. Data do óbito da mãe

${data_generica}  

4. Data do requerimento (DER - pai):

${data_generica}  

5. Data do requerimento (DER – mãe)

${data_generica}  

4. Motivo dos indeferimentos:

Alegada não comprovação da invalidez antes dos 21 anos de idade.

DA POSSIBILIDADE DE CUMULAÇÃO DE DUAS PENSÕES POR MORTE EM VIRTUDE DO ÓBITO DE PAI E MÃE

Prefacialmente, cabe aduzir que não há vedação legal à percepção de duas pensões por morte em virtude do falecimento de ambos os pais.

Nesse sentido, o entendimento do Tribunal Regional Federal da 4º Região:

PREVIDENCIÁRIO. PENSÃO POR MORTE. FILHO MAIOR INVÁLIDO. CUMULAÇÃO DE PENSÃO POR MORTE DE AMBOS OS GENITORES. POSSIBILIDADE. (...) 2. Não havendo vedação expressa acerca da cumulação de duas pensões, uma deixada pela mãe e a outra pelo pai, é de conceder-se o benefício postulado. 3. Apelo da parte autora provido. (TRF4, AC 5001156-62.2020.4.04.7121, QUINTA TURMA, Relator ROGER RAUPP RIOS, juntado aos autos em 10/02/2022)

EMENTA: PREVIDENCIÁRIO. PENSÃO POR MORTE. HABILITAÇÃO TARDIA. FILHO MAIOR INVÁLIDO. INVALIDEZ PRETÉRITA AO ÓBITO DO INSTITUIDOR. CUMULAÇÃO DE PENSÕES DOS GENITORES. POSSIBILIDADE. (...) 2. Não há qualquer óbice à cumulação de mais de uma pensão por morte deixada pelos pais, nem à cumulação destas com a aposentadoria por invalidez, como preconiza o artigo 124 da Lei nº 8.213/91. (TRF4, AC 5001167-02.2021.4.04.7204, NONA TURMA, Relator SEBASTIÃO OGÊ MUNIZ, juntado aos autos em 24/11/2021)

Assim, plenamente cabível o pleito de concessão das pensões por morte em virtude do falecimento da mãe e do pai do Autor.

DA DEPENDÊNCIA EM RELAÇÃO AO SEGURADO INSTITUIDOR

A pensão por morte tem previsão no art. 74 da Lei 8.213/91, a qual regula que será devido o benefício ao conjunto de dependentes do segurado falecido, aposentado ou não.

De mesma banda, o artigo 16 da mesma lei define aqueles que são dependentes do segurado. Veja-se (grifado):

Art. 16. São beneficiários do Regime Geral de Previdência Social, na condição de dependentes do segurado:

 

I - o cônjuge, a companheira, o companheiro e o filho não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido ou que tenha deficiência intelectual ou mental que o torne absoluta ou relativamente incapaz, assim declarado judicialmente;

 

[...]

 

4º A dependência econômica das pessoas indicadas no inciso I é presumida e a das demais deve ser comprovada.

Por derradeiro, no que tange à dependência econômica, à luz do disposto no Art. 16, § 4º, da Lei nº 8.213/91, esta é PRESUMIDA em relação aos genitores do Autor, sendo dispensável a sua demonstração.

Quanto à invalidez, salienta-se que o Autor é interditado desde ${data_generica} (sentença e termo de curatela anexos). No requerimento administrativo de pensão por morte de sua genitora, o Sr. ${cliente_nome} teve o início da incapacidade fixado na data de ${data_generica} pelo INSS, conforme processo administrativo ${informacao_generica}, fl. ${informacao_generica}).

Contudo, de acordo com o próprio laudo pericial do INSS, nota-se que o Autor buscou tratamento para os ${informacao_generica}, sendo que, no ano de ${data_generica}, necessitou ser internado, tudo em razão de seu diagnóstico de ${informacao_generica}. Veja-se (processo administrativo ${informacao_generica}, fl. ${informacao_generica}):

[IMAGEM]

Portanto, desde ${data_generica}, quando possuía apenas ${informacao_generica} anos de idade, o Demandante já apresentava GRAVES sintomas psiquiátricos compatíveis com ${informacao_generica}.

Neste contexto, vale destacar também que, na data de ${data_generica}, o Autor foi internado no ${informacao_generica} e, na entrevista inicial, foi registrado que o Sr. ${cliente_nome} já estava, àquela data, há ${informacao_generica} em tratamento com psicotrópicos, sendo que estava confuso, evitativo, sonolento e inquieto na entrevista e referiu ${informacao_generica} (prontuário ${informacao_generica}):

[IMAGEM]

Na mesma ocasião, no exame clínico, constatou-se que o Autor estava tendo ${informacao_generica} (prontuário ${informacao_generica}):

[IMAGEM]

Durante a referida internação, que durou até a data de ${data_generica}, há registros de que o Autor se manteve ${informacao_generica} durante todo o período, com ${informacao_generica}, inclusive com necessidade de ${informacao_generica} (prontuário ${informacao_generica}):

[IMAGEM]

No prontuário, em registro datado de ${data_generica}, sua curadora, Sra. ${informacao_generica}, relata que o Autor possuía, à época, histórico de ${informacao_generica} há ${informacao_generica} anos (prontuário ${informacao_generica}):

[IMAGEM]

Ainda, importante ressaltar que foi constatada pouca reposta do Autor ao tratamento e, àquela época, já foi diagnosticada com ${informacao_generica} e foram constatados sintomas de ${informacao_generica} (prontuário ${informacao_generica}):

[IMAGEM]

Por fim, importante registrar que ambos os pais do Autor também eram acometidos de patologias psiquiátricas. Note-se que seu pai possuía

A petição completa está disponível apenas para assinantes.

1025 palavrasPetição completa (5.122 palavras)

Você já leu 1025 palavras desta petição. Continue lendo, faça download desta petição formatada no Word e salve-a em seu computador, em formato .doc.

ASSINE O PREV E CONTINUE LENDO

Além de ter acesso a petições escritas por nossa equipe dedicada, que ganharam casos reais, você também poderá:

Fazer um cálculo previdenciário em até 5 minutos!

Basta enviar o CNIS do segurado e nós organizamos todos os vínculos rapidamente. Você os revisa e envia para cálculo.

Ter o diagnóstico completo dos benefícios disponíveis

Agora escolher o melhor benefício se tornou incrivelmente mais fácil. Você tem o retrato completo do seu segurado.

Receber as melhores petições para cada caso

Petições como a que você acabou de ler acima, já vêm preenchidas com os dados do segurado e pronta em PDF para protocolar ou imprimir.

O Prev já ajudou mais de 70 mil advogados a modernizar as rotinas de seu escritório previdenciário.

Embargos de Declaração09/11/2021

Embargos de declaração. Omissão quanto ao IRDR 12 do TRF4. Presunção absoluta de miserabilidade. Renda per capta inferior ao limite legal.

Petições Iniciais04/09/2019

Petição Inicial. Aposentadoria por Idade Rural. Possibilidade de cumulação com pensão por morte superior ao salário mínimo

Recurso de Apelação31/05/2021

Recurso de apelação. Aposentadoria por idade rural. Cômputo de auxílio-doença intercalado para fins de carência. Tema 1.125, STF.

Réplicas07/01/2021

Réplica. Aposentadoria Especial. Período posterior à vigência do Decreto n° 2.172/97.

Contrarrazões31/05/2021

Contrarrazões. Aposentadoria por invalidez. Incapacidade permanente. Análise das condições pessoais. Contribuinte individual que presta serviço como pedreiro.

Petições Iniciais10/12/2019

Petição inicial. Salário-maternidade. Inaplicabilidade do prazo decadencial previsto pela MP 871/2019. Nascimento anterior à edição da MP.