Teste grátis por 15 dias!

Requerimento administrativo - Aposentadoria especial - Borracheiro - Operador de máquinas - Metalúrgico

Publicado em: 05/07/2017 13:07 - Atualizado em: 08/05/2019 13:05

Requerimento administrativo de concessão de aposentadoria especial de segurado que laborou como borracheiro, operador de máquinas e metalúrgico

Faça como mais de 9.000 advogados e assine o Prev. Tenha acesso a mais de 2.000 petições no acervo.

veja os planos

AO ILMO(A). SR(A). GERENTE EXECUTIVO DA AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL DE ${processo_cidade}

 

${cliente_nomecompleto}, ${cliente_qualificacao}, residente e domiciliado nesta cidade, vem, por meio de seus procuradores, requerer a concessão de APOSENTADORIA ESPECIAL, pelos seguintes fundamentos fáticos e jurídicos:

I – DOS FATOS

O Requerente, nascido em ${cliente_nascimento}, contando atualmente com ${cliente_idade} anos de idade, firmou seu primeiro contrato de trabalho em ${data_generica}, sendo que até a presente data possui diversos anos de contribuição. É importante assinalar que durante quase toda a sua vida laborativa esteve submetido a agentes nocivos. A tabela abaixo demonstra de forma objetiva as profissões desenvolvidas em condições especiais e o tempo de duração de cada contrato:

${calculo_vinculos_resultado}

II – DO DIREITO

A Constituição Federal de 1988, no art. 201, § 1º, determinou a contagem diferenciada do período de atividade especial. Por conseguinte, os artigos 57 e 58 da lei 8.213/91 estabeleceram a necessidade de contribuição durante 15, 20 ou 25 anos, dependendo da profissão e/ou agentes especiais.

A comprovação da atividade especial até 28 de abril de 1995 era feita com o enquadramento por atividade profissional (situação em que havia presunção de submissão a agentes nocivos) ou por agente nocivo, cuja comprovação demandava preenchimento pela empresa de formulários SB40 ou DSS-8030, indicando qual o agente nocivo a que estava submetido. Entretanto, para o ruído e o calor, sempre foi necessária a comprovação através de laudo pericial.

Todavia, com a nova redação do art. 57 da lei 8.213/91, dada pela lei 9.032/95, passou a ser necessária a comprovação real da exposição aos agentes nocivos, sendo indispensável a apresentação de formulários, independentemente do tipo de agente especial. Além disso, a partir do Decreto nº 2.172/97, que regulamentou as disposições introduzidas no art. 58 da Lei de Benefícios pela Medida Provisória nº 1.523/96 (convertida na Lei nº 9.528/97), passou-se a exigir a apresentação de formulário-padrão, embasado em laudo técnico, ou por meio de perícia técnica.

Quanto à carência, verifica-se que a Requerente realizou ${calculo_carencia} contribuições, número superior aos 180 meses previstos no art. 25, II, da Lei 8.213/91.

Conforme a instrução normativa nº 77 INSS/PRES para caracterizar o exercício de atividade sujeita a condições especiais do segurado empregado ou trabalhador avulso deverá apresentar, original ou cópia autenticada da CP ou CTPS, observando o art. 246, acompanhado dos formulários PPP, exceto das empresas já extintas.

No caso em comento, o Segurado desempenhou atividades nas áreas da indústria metalúrgica, materiais de construção e pneumáticos, possuindo mais de 25 anos de trabalho desenvolvido em condições especiais, razão pela qual faz jus a APOSENTADORIA ESPECIAL.

PRELIMINARMENTE, o Requerente esclarece que a empresa ${informacao_generica} verteu regularmente as contribuições previdenciárias do período de ${data_generica} a ${data_generica}, tendo em vista a indicação expressa de vínculos com remunerações que possuem exposição a agente nocivo. Veja-se:

 

${informacao_generica}

Saliente-se que o indicador IEAN aponta exposição à agentes nocivos no grupo de 25 anos.

Assim, é dispensada a realização de nova análise da atividade desenvolvida, sobretudo porque a própria empresa já reconheceu a exposição a agentes nocivos pelo Segurado e efetuou o recolhimento regular das contribuições devidas, isto com base em estudos e norma técnicas que embasam os laudos!

Por oportuno, cumpre mencionar o entendimento adotado pelo Conselho de Recursos da Previdência Social:

 

O período de 19/02/2002 a 01/04/2012, exercido na empresa Estaleiro Mauá Petro-Um S.A., deve ser enquadrado no Código 2.0.1, do Anexo IV ao Dec. nº 3.048/99, tendo em vista constar informação de exposição a agentes nocivos e alíquota majorada, conforme artigo 22, II da Lei nº 8.212/91, bem como, contém o indicativo IEAN – Indicador de Vínculo com Remunerações que possuem exposição a agente nocivo. Portanto, tem-se que não há impedimento para o reconhecimento da natureza especial do lapso, eis que houve o correspondente custeio. (Processo nº 44232.001202/2014-24 / APS Niteroi – Barreto / NB 42/163.681.066-4 / Rel. Julia Nojosa Lessa de Freitas)

Ademais, oportuno tecer alguns esclarecimentos a respeito dos períodos laborados sob condições especiais pelo Sr. ${cliente_nome}.

 

Períodos: ${data_generica} a ${data_generica} (serviços gerais)

                  ${data_generica} a ${data_generica} (operador de máquinas)

                  ${data_generica} a ${data_generica} (serviços gerais)

Empresa: ${informacao_generica}

Inicialmente, cumpre salientar que o Segurado laborou na empresa em comento durante seis períodos distintos.

Quanto aos três lapsos citados acima, vislumbra-se que há regular anotação na carteira de trabalho do Autor, interregnos em que o Requerente laborou em indústria metalúrgica. Além disso, destaque-se que o Sr. ${cliente_nome} recebia adicional de insalubridade na época. Perceba-se:

 

${informacao_generica}

Portanto, é evidente que o legislador objetivou garantir o direito à aposentadoria especial também aos trabalhadores que exercem as suas atividades sob condições INSALUBRES. Isso porque as condições especiais que prejudiquem a saúde” englobam as atividades insalubres.

Aliás, à vista da aludida previsão constitucional, conforme entendimento consubstanciado na Súmula nº 198 do extinto Tribunal Federal de Recursos, é possível o reconhecimento da atividade especial devido ao seu enquadramento como atividade insalubre ou perigosa, perceba-se:

 

${informacao_generica}

Atendidos os demais requisitos, é devida a aposentadoria especial, se perícia judicial constata que a atividade exercida pelo segurado é perigosa, insalubre ou penosa, mesmo não inscrita em Regulamento.

A esse respeito, a CLT sabiamente traça o conceito de insalubridade:

 

Art. 189 - Serão consideradas atividades ou operações insalubres aquelas que, por sua natureza, condições ou métodos de trabalho, exponham os empregados a agentes nocivos à saúde, acima dos limites de tolerância fixados em razão da natureza e da intensidade do agente e do tempo de exposição aos seus efeitos. (grifado)

Por outro lado, registre-se que nos períodos acima citados a empresa ${informacao_generica} não emitiu formulário PPP. A esse respeito, observe-se que o Segurado já enviou solicitação requerendo a emissão do documento, conforme documento anexo.

No entanto, ocorre que até a presente data a empresa não logrou êxito em elaborar o PPP requerido. Dessa forma, requer o Segurado a dilação de prazo para apresentação do documento ou, subsidiariamente, a emissão de ofício à empresa supra, a fim de que forneça o PPP solicitado.

 

Período: ${data_generica} a ${data_generica}

Empresa: ${informacao_generica}

Cargo: Borracheiro / Montador

No lapso em tela o Requerente apresentou regular anotação do vínculo empregatício em sua CTPS, interregno em que desempenhou o ofício de borracheiro em estabelecimento de recapagem, venda de pneumáticos e câmaras e demais consertos.

Outrossim, atente-se para o fato de que o Segurado teve seu cargo alterado em ${data_generica}, data em que passou a desenvolveu o ofício de montador.

Por sua vez, para comprovação da especialidade do labor no período em comento, o Requerente solicitou junto à empresa supracitada a emissão de formulário PPP.

Sucede que até a presente data a empresa não logrou êxito em elaborar o PPP requerido. Dessa forma, requer o Segurado a dilação de prazo para apresentação do documento ou, subsidiariamente, a emissão de ofício à empresa supra, a fim de que forneça o PPP solicitado.

 

Período: ${data_generica} a ${data_generica}

Empresa: ${informacao_generica}

Cargo: Auxiliar de depósito

No interregno em apreço o Requerente apresentou regular anotação na carteira de trabalho, lapso em que desenvolveu o ofício de auxiliar de depósito.

Perceba-se que as atividades exercidas pelo Segurado consistiam em manobrar empilhadeiras, bem como auxiliar nas descargas de caminhões. Outrossim, registre-se que os produtos recebidos e enviados pela empresa consistiam em materiais de construção, ramo que atua a ${informacao_generica}.

Dessa forma, considerando que a atuação do Sr. ${cliente_nome} na empresa ocorreu no período de ${data_generica} a ${data_generica}, notório que havia exposição ao agente físico ruído ao manobrar empilhadeiras, bem como exposição a poeiras minerais em razão do descarregamento de materiais de construção de caminhões.

Nesse aspecto, o Segurado diligenciou junto à empresa, a fim de que fornecesse formulário PPP atualizado, bem como laudo técnico que embasou seu preenchimento. No ponto, a procuradora do Requerente ligou para empresa no dia ${data_generica}, oportunidade em que a funcionária Sra. Sabrina ficou de retornar, tendo em vista a necessidade de contato com outras filiais da empresa para fornecimento do referido documento.

Com efeito, veja-se que a referida empresa possui nove lojas no estado[1], de forma que a emissão e disponibilização dos documentos citados não foi realizada até a presente data.

Destarte, como é consabido, em regra, as empresas negam a solicitação de disponibilização do PPRA ou LTCAT. Dessa forma, em não havendo alternativa, REQUER a emissão de oficio à empresa ${informacao_generica} para que forneça LTCAT e PPRA contemporâneos a época em que o Segurado laborou na empresa e, caso não existentes, sejam fornecidos os laudos atuais.

 

Período: ${data_generica} a ${data_generica} (Operador de máquina)

                ${data_generica} a ${data_generica} (Operador de máquina e líder operacional)

                ${data_generica} a ${data_generica} (Líder operacional)

Empresa: ${informacao_generica}

Nos lapsos em testilha o Segurado apresentou regular anotação em seu CTPS, sendo que em todos esses períodos desenvolveu atividades laborativas em indústria metalúrgica. Aliado a isso, registre-se que o Requerente a

A petição completa está disponível apenas para assinantes.

1025 palavrasPetição completa (5.122 palavras)

Você já leu 1025 palavras desta petição. Continue lendo, faça download desta petição formatada no Word e salve-a em seu computador, em formato .doc.

ASSINE O PREV E CONTINUE LENDO

Além de ter acesso a petições escritas por nossa equipe dedicada, que ganharam casos reais, você também poderá:

Cálculo previdenciário

Fazer um cálculo previdenciário em até 5 minutos!

Basta enviar o CNIS do segurado e nós organizamos todos os vínculos rapidamente. Você os revisa e envia para cálculo.

Resultados cálculo previdenciário

Ter o diagnóstico completo dos benefícios disponíveis

Agora escolher o melhor benefício se tornou incrivelmente mais fácil. Você tem o retrato completo do seu segurado.

Petições

Receber as melhores petições para cada caso

Petições como a que você acabou de ler acima, já vêm preenchidas com os dados do segurado e pronta em PDF para protocolar ou imprimir.

Teste grátis!Ver planos

Você também pode se interessar por: