Apelação. Benefício por incapacidade. Ausência à perícia. Sentença de improcedência por ausência de provas. Desproporcionalidade. Direito fundamental à prova. Reabertura da instrução processual.

yoshiaki@previdenciarista.com

Publicado em: 30/09/2017 08:09 - Atualizado em: 07/02/2019 11:02

Apelação em face de sentença que extinguiu o processo com resolução do mérito por ausência do segurado na perícia

Faça como mais de 9.000 advogados e assine o Prev. Tenha acesso a mais de 2.000 petições no acervo.

veja os planos

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA ${informacao_generica}ª VARA CÍVEL ESPECIALIZADA EM FAZENDA PÚBLICA DO FORO DA COMARCA DE ${processo_cidade}

Autos do processo nº ${informacao_generica}

 

${cliente_nomecompleto}, já devidamente qualificado nos autos do processo que move em face do Instituto Nacional do Seguro Social, também qualificado nos autos, vem respeitosamente, perante Vossa Excelência, por meio de seus procuradores, interpor tempestivamente o presente RECURSO DE APELAÇÃO com fulcro nos artigos 994, I, e 1.009 e seguintes, todos do Código de Processo Civil. Nessa conformidade, REQUER o recebimento deste recurso, sendo remetidos os autos, com as razões recursais anexas, ao Tribunal de Justiça do Estado do ${processo_estado}, para que, ao final, seja dado provimento ao presente. Deixa de juntar preparo pois beneficiário da gratuidade da justiça (fl. ${informacao_generica}).

 

Nesses Termos,

Pede Deferimento.

 

${processo_cidade}, ${processo_hoje}.

 

${advogado_assinatura}

 

APELAÇÃO

Recorrente ${cliente_nomecompleto}

Recorrido   :    Instituto Nacional do Seguro Social

Processo nº${informacao_generica}

Origem    :${informacao_generica}ª Vara Cível Especializada em Fazenda Pública da Comarca de ${processo_cidade}

 

COLENDA CÂMARA

EMÉRITOS JULGADORES

 

Na presente ação se pleiteou a concessão de benefício por incapacidade acidentário ao Autor, uma vez que este sofreu acidente in itinere (consoante CAT juntada à fl. ${informacao_generica}).

Foi determinada a antecipação da prova pericial, a ser realizada pelo Departamento Médico Judiciário (fl. ${informacao_generica}).

Apresentada contestação às fls. ${informacao_generica} e réplica às fls. ${informacao_generica}.

Após requisitada a realização e apresentação de resultado de exame médico pelo Autor, para fins de instruir a perícia a ser realizada, o laudo radiológico requerido foi devidamente juntado aos autos (fl. ${informacao_generica}).

Sobreveio informação de não comparecimento do Requerente à perícia designada no DMJ (fl. ${informacao_generica}), a qual foi justificada em razão do recolhimento do Autor à Penitenciária Estadual para cumprimento de prisão preventiva.

Aprazada nova perícia no DMJ (fl. ${informacao_generica}), foi requerida a realização de exames médicos atualizados.

Por ser o Autor pessoa notoriamente desprovida de recursos para o seu próprio sustento, não foi possível ter acesso a médico que realizasse tal providência, diante do que foi novamente requerida a realização de perícia médica judicial (fl. ${informacao_generica}).

Determinada, novamente, a realização de perícia pelo DMJ, o Requerente juntou aos autos exame médico atualizado (fl. ${informacao_generica}), a fim de instruir a prova a ser realizada.

Por um equívoco de datas, o Autor acabou não comparecendo à perícia aprazada, conforme informado nas fls. ${informacao_generica} e ${informacao_generica}.

Inadvertidamente, o feito foi extinto com análise de mérito e julgamento de improcedência dos pedidos (fls. ${informacao_generica}).

Evidentemente irresignado com a decisão de mérito que pôs fim ao presente processo, não restou alternativa ao Autor, senão a interposição do presente recurso.

RAZÕES RECURSAIS

A Exma. Magistrada julgou improcedentes os pedidos veiculados na peça exordial, única e exclusivamente por entender que, Não há nos autos nenhuma comprovação da efetiva redução da capacidade laboral da parte autora”, ou seja, por carência de provas.

Com efeito, designada perícia médica no DMJ para ${data_generica}, o Requerente não compareceu, haja vista que cometeu equívoco em relação à data aprazada, consoante justificado na petição de fl. ${informacao_generica}.

Ocorre, Excelências, que o Apelante é pessoa humilde e com baixo grau de escolaridade, de forma que, por mais grave que seja o seu equívoco em relação às datas, deveria ser escusável – pelo menos tendo em vista que é a primeira vez que tal equívoco ocorre e que, nas perícias designadas anteriormente, foi prejudicado pela atuação precária do Estado e viu-se impedido de comparecer!

Penalizar o equívoco de uma pessoa com baixíssimo grau de instrução com a EXTINÇÃO COM RESOLUÇÃO DE MÉRITO do processo é medida deveras gravosa e, ademais, desproporcional à situação ocorrida!

 

Do direito fundamental à prova

Quando, por negligência das partes, o processo fica parado ao longo de um ano, a solução a ser imposta é a extinção sem resolução de mérito, nos termos do art. 485, II, do CPC. De outra sorte, se o autor abandona a causa por mais de 30 dias, igualmente cabível a extinção sem resolução de mérito:

 

Art. 485.  O juiz não resolverá o mérito quando:

I - indeferir a petição inicial;

II - o processo ficar parado durante mais de 1 (um) ano por negligência das partes;

III - por não promover os atos e as diligências que lhe incumbir, o autor abandonar a causa por mais de 30 (trinta) dias;

[...]

§ 1oNas hipóteses descritas nos incisos II e III, a parte será intimada pessoalmente para suprir a falta no prazo de 5 (cinco) dias.

Entretanto, tanto em um caso como no outro a extinção do processo depende de PRÉVIA intimação pessoal da parte para que lhe seja oportunizado suprir a falta que cometeu.

Veja-se que a falta cometida pelo Autor nos presentes autos foi bem menos gravosa, tendo em vista que não se trata de negligência por mais de um ano, tampouco de abandono do processo. Entretanto, ao Autor sequer foi oportunizado suprir a falta, assim como a penalidade que lhe foi imposta – extinção COM resolução de mérito – foi bem mais gravosa do que à imposta por negligência e abandono – extinção SEM resolução de mérito.

Ressalte-se, ademais, que NÃO foi oportunizada às partes manifestação sobre o interesse em produzir outras provas, que, mesmo na ausência da perícia, poderiam levar a um juízo de convencimento sobre a incapacidade laborativa do Autor.

Veja-se que através da Nota nº ${informacao_generica} (fl. ${informacao_generica}), o Autor foi intimado para justificar o seu não comparecimento à perícia agendada, apresentando sua justificativa (apesar de lamentável) à fl. ${informacao_generica} dos autos e requerendo a designação de nova data.

Crendo no bom senso e nos princípios fundamentais processuais (dentre os quais o direito fundamental à prova e o direito fundamental à tutela adequada e efetiva), o Apelante esperava o deferimento de novo agendamento pericial, ou, ao menos, caso fosse negado o pedido, que então houvesse a sua intimação para dizer sobre outros meios de prova a serem empregados.

Ora, o Código de Processo Civil prevê incontáveis meios de provas, todos os quais estão à disposição das partes para motivar o convencimento do juiz. Ao indeferir o pedido de nova data para conclusão da prova pericial SEM oportunizar ao Autor a utilização de outros meios de prova ou de nova perícia a decisão de primeiro grau cerceou o direito fundamental à prova do Requerente.

Cumpre ressaltar que o direito à prova é uma garantia constitucional. Ao dispor que “são inadmissíveis, no processo, as provas obtidas por meios ilícitos” (art. 5º, LVI), a Constituição assevera que, desde que admissíveis, há direito fundamental à prova no processo civil.

Ademais, a admissibilidade da prova prende-se às qualidades de alegação de fato a provar: sendo controverso, pertinente e relevante o fato alegado, há direito à produção da prova, constituindo o seu indeferimento evidente violação desse direito fundamental.[1]

Adotando-se os critérios de Marinoni e Mitidiero[2] à análise do caso concreto, tem-se que a “alegação é controversa quando pendem nos autos duas ou mais versões a seu respeito”, ou seja, se há incapacidade laboral ou não. &ld

A petição completa está disponível apenas para assinantes.

1025 palavrasPetição completa (5.122 palavras)

Você já leu 1025 palavras desta petição. Continue lendo, faça download desta petição formatada no Word e salve-a em seu computador, em formato .doc.

ASSINE O PREV E CONTINUE LENDO

Além de ter acesso a petições escritas por nossa equipe dedicada, que ganharam casos reais, você também poderá:

Fazer um cálculo previdenciário em até 5 minutos!

Basta enviar o CNIS do segurado e nós organizamos todos os vínculos rapidamente. Você os revisa e envia para cálculo.

Ter o diagnóstico completo dos benefícios disponíveis

Agora escolher o melhor benefício se tornou incrivelmente mais fácil. Você tem o retrato completo do seu segurado.

Receber as melhores petições para cada caso

Petições como a que você acabou de ler acima, já vêm preenchidas com os dados do segurado e pronta em PDF para protocolar ou imprimir.

Faça um cálculo testeAssine agora

Você também pode se interessar por:

Petições Iniciais

24/05/2019

Petição inicial. Aposentadoria especial. Mecânico automotivo

    Petições

    24/05/2019

    Petição. Aposentadoria por tempo de contribuição. Opção pelo benefício mais vantajoso
    • Serviço Militar
    +2

    Recurso Extraordinário

    24/05/2019

    Recurso Extraordinário - Irrepetibilidade de verbas recebidas por segurado de boa-fé em virtude de decisão judicial

      Petições Iniciais

      23/05/2019

      Petição inicial de concessão de benefício por incapacidade (auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, auxílio-acidente) - prorrogação da qualidade de segurado pelo desemprego - incapacidade reconhecida administrativamente

        Requerimento Administrativo

        23/05/2019

        Requerimento Administrativo. Aposentadoria por Tempo de Contribuição pelo Fator 86/96. Conversão de tempo especial em comum.
        • Atividade Especial

        Requerimento Administrativo

        23/05/2019

        Requerimento Administrativo. Aposentadoria por Tempo de Contribuição pelo Fator 86/96. Conversão de tempo especial em comum.
        • Atividade Especial

        Assine o Prev e automatize cálculos e petições previdenciárias.

        a partir de

        R$ 89 / mêsFaça um cálculo teste